Vereador diz que regulação na saúde é questão política e virou “jogo de empurra”

A questão da regulação em Feira de Santana é política. A afirmação é do vereador Emerson Minho, que voltou a criticar o processo de regulação. Comentando entrevista da coordenadora de UPAs e Policlínicas do município, Vera Lúcia Galindo, ao Acorda Cidade sobre o assunto, disse que é um “jogo de empurra” entre Estado e Município e o resultado atinge diretamente a população que precisa do serviço.

“O Hospital Dom Pedro de Alcântara tem 12 leitos de UTI vazios”, informou Emerson, citando ainda que o Município não tem ambulância, UTI móvel ou políticas de educação acidentes, principalmente de motocicletas, que representam a maior causa de ocupação de leitos hospitalares. Ele sugeriu uma campanha educativa no trânsito pela Superintendência Municipal de Feira de Santana.

Fonte: ASCOM/Feira

Foto: Marcio Garcez Vieira / ASCOM-CMFS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.