Vacinas são eficazes contra novas subvariantes da ômicron, diz OMS

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse nesta quarta-feira (4) que as vacinas contra a covid-19 são eficazes contra as novas subvariantes da ômicron que foram detectadas na África do Sul.

“É muito cedo para saber se essas novas subvariantes podem causar sintomas mais graves do que outras subvariantes da ômicron, mas dados iniciais sugerem que a vacinação continua protegendo contra casos graves e mortes”, afirmou Tedros, em entrevista coletiva.

Mais infecciosas
Na semana passada, a África do Sul confirmou a descoberta de duas novas subvariantes da ômicron, identificadas com BA.4 e BA.5. Segundo um estudo realizado no país, elas são mais infecciosas do que as anteriores e estão provocando um aumento de casos na região.

Nas últimas 24 horas, a África do Sul registrou mais 6.170 novos casos de covid-19. A taxa de positividade — o percentual de resultados positivos entre o total de exames — está em 22,6%. Além disso, outras 30 pessoas morreram no período.

Salim Abdool Karim, especialista em saúde pública da Universidade de KwaZulu-Natal, disse que, embora a África do Sul tenha registrado um “aumento modesto” nos casos, o país está em um período de férias e o número de testes caiu drasticamente.

Karim destacou que a propagação do vírus está dando sinais de desaceleração e que os casos não estão aumentando de forma acentuada, como seria de se esperar se um novo surto estivesse surgindo no país.

Já o chefe de emergências da OMS, Mike Ryan, afirmou que ainda é muito cedo para dizer se a covid-19 está se tornando uma doença sazonal e pediu que os países não suspendam as restrições contra o vírus rapidamente.

Fonte: Valor Econômico

Foto: Repordução/Universidade Johns Hopkins

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *