Mário Frias queria indenização de R$ 33 mil de companhias aéreas por viagem a NY com dinheiro público

Sabe a viagem que Mário Frias fez para Nova York, em dezembro, quando gastou R$ 39 mil de dinheiro público para se encontrar com um lutador de jiu-jitsu?

Pois Frias achou por bem cobrar uma indenização de R$ 33 mil da American Airlines e da Gol por supostos problemas em sua viagem. A ação foi apresentada em 7 de fevereiro no TJ de SP, mas, dias depois, o secretário desistiu do pleito.

Segundo Frias, um atraso no primeiro trecho da viagem feito pela Gol, de Brasília para SP, o fez alterar sua agenda. O secretário também diz que foi “ofendido” por tripulantes, chegando a ser “empurrado”.

Em Nova York, alega também que a American Airlines atrasou a entrega de sua bagagem. Frias diz que teve de adiar compromissos pois não tinha “medicamentos, roupas, e materiais de higiene pessoal”.

Coincidência?

Frias ingressou com a ação antes da divulgação dos detalhes de sua viagem, feito no dia 10 de fevereiro, enquanto a desistência aconteceu já após as cobranças sobre o elevado gasto no exterior.

Fonte: O Globo

Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *