Governo inclui Paulo André, confinado no BBB 22, na lista de beneficiários do Bolsa Atleta

Apesar de ter garantido que o atleta Paulo André, atualmente confinado no BBB 22, deixaria de receber o benefício do programa Bolsa Atleta, o Ministério da Cidadania o incluiu na relação publicada nesta segunda-feira (18).

O velocista recebe o valor de R$ 1.850,00 desde 2019, quando conquistou a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 na prova dos 100m. O pagamento havia sido suspenso preventivamente, já que, por participar do reality global, o atleta não estava cumprindo a carga de treinos exigida.

No entanto, na lista publicada pelo Ministério da Cidadania nesta segunda, Paulo André aparece como o beneficiário número 97.

Paulo André conquistou, em 2021, o título do Campeonato Braisleiro nos 100m e se classificou para as semifinais dos Jogos Olímpicos de Tóquio na mesma prova. Os resultados o garantiriam na nova categoria do Bolsa Atleta, com um aumento do benefício mensal para R$ 3.100,00. O lançamento do edital para 2022 ocorreu quando ele já estava confinado no BBB.

O Bahia Notícias entrou em contato com o Ministério da Cidadania para pedir esclarecimentos sobre o caso, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

P.A., como ficou conhecido em sua passagem pelo BBB 22, ainda recebe R$ 2 mil do Bolsa Atleta Capixaba, além de um salário de cerca de R$ 5 mil pela patente que ocupa na Marinha e uma remuneração por integrar a seleção permanente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

O Bolsa Atleta beneficiou, de acordo com o governo, atletas de várias categorias, sendo 241 na categoria atleta olímpico e paralímpico; 845 na de atleta internacional; 4.755 na classe de atleta nacional e 292 na de atleta base. Na categoria atleta estudantil, foram habilitados 241.

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.