Audiência Pública será proposta para discutir os entraves no sistema de regulação

“Omissão de socorro é crime”. A afirmação é do vereador Paulão do Caldeirão (PSC), que na sessão desta terça-feira da Câmara Municipal voltou a questionar o funcionamento da regulação de pacientes feita pelo Governo do Estado. Ele viu de perto a situação em duas policlínicas da cidade e anunciou que vai propor uma audiência pública para discutir a questão com representantes do Estado e do Município.

Representando a Comissão de Saúde da Casa Legislativa, Paulão visitou, sexta-feira (11) as policlínicas do Conjunto Feira X e do bairro George Américo e relatou situações que classificou como descaso com os pacientes. “Fomos ao Ministério Público com mandado de segurança para que o órgão investigue essa regulação criminosa, nefasta, assassina”, afirmou o vereador, morrer em casa.

O vereador atribuiu ao ex-secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas, a culpa pela situação ter agravado ao ponto que chegou. “Muitas vezes existe a vaga e eles não dão. Enquanto não tem o Hospital Municipal, o povo vai morrer?”, questionou Paulão, que teve o apoio do vereador Pastor Valdemir (PV). “Eles negam a transferência e logo em seguida à denúncia a vaga aparece”, comentou.

Fonte: ASCOM/Feira

Foto: ASCOM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.