Agressores de jovem em caso de homofobia vão ser ouvidos pela polícia

Os adolescentes que agrediram um garoto em um caso de homofobia vão ser ouvidos pela polícia. Segundo a Polícia Civil, os sete infratores já foram identificados. Eles moram no mesmo bairro da vítima em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), onde o caso ocorreu. No dia 25 de fevereiro, sete garotos agrediram com socos e tapas a vítima. Um vídeo mostra a violência. O caso foi tratado como homofobia.

Conforme o G1, o adolescente agredido disse que já vinha sofrendo agressões, mas não denunciava por temer represálias. Ele ainda se preocupa com as ameaças e pediu segurança. Ao site, a delegada Thais Rosário disse que a escola onde os jovens estudam será notificada para encaminhar o endereço dos alunos agressores.

Durante a apuração, a monitora do ônibus e um fiscal, que estava no transporte no dia das agressões, também vão ser ouvidos. A vítima foi encaminhada para fazer exame de corpo de delito como parte das investigações. A denúncia do caso foi feita pela mãe do adolescente agredido.

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Reprodução / Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.